Bares e restaurantes poderão exibir Copa-2014 de graça, mas com regras

Bares e restaurantes poderão exibir Copa-2014 de graça, mas com regras

Donos de bares, restaurantes e similares que passarem os jogos da Copa do Mundo-2014 sem comercialização de ingressos não precisarão pagar à Fifa pela exibição. As regras foram apresentadas em conjunto com o Comitê Organizador Local da Copa da Mundo (COL), em seminário em Maceió (AL), nesta segunda-feira.
Serão três categorias para as exibições públicas dos jogos do torneio. Os não-comerciais são os jogos exibidos em locais com capacidade de público para até cinco mil pessoas onde não tenha cobrança de ingresso, promoções comerciais, sorteio de brindes ou qualquer outra manifestação que registre lucro com a exibição. Nesta categoria não há necessidade de registro ou autorização prévia.
A categoria não-comercial especial são aqueles exibidos em locais cuja expectativa de público seja superior a cinco mil pessoas. Deve se encaixar nas mesmas características do não-comercial, nas é preciso obter uma licença após registro no site “exibicaopublicafifa.com.br. ”, e também não haverá cobrança de taxa.
Já os organizadores de eventos de exibição pública comercial precisam pagar uma taxa à Fifa. São aqueles que têm patrocínio, cobrança de ingresso, promoção ou qualquer outro tipo de exploração que seja considerada comercial pela Fifa e pela TV Globo (dona dos direitos de exibição no Brasil). Nesta categoria, as taxas vão de R$ 2 mil a R$ 28 mil, que variam de acordo com a estimativa de público.Fonte: UOL